Código: 1040

A Quimera da Modernização

Bookmark and Share

Referência: 978-85-7939-286-3


Por:
R$ 84,00

ou 3x sem Tarifa de R$ 28,00
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

A Quimera da Modernização

                   Do terceiro distrito de engenhos centrais ao complexo agroindustrial sucroalcooleiro paulista, mineiro e fluminense (1875-1926)

 

Este livro tem como objetivo analisar o crescimento da produção açucareira em Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, e está dividido em duas partes. Na primeira procura relacionar o associativismo com a criação dos engenhos centrais; na segunda parte, relaciona a transformação dos engenhos centrais nas usinas e a importância da produção açucareira no contexto nacional, particularmente nos estados do centro-sul.

 

Importante destacar que este estudo não se trata de um tema da História de Empresa, mas sim, através da análise da transformação da forma de produzir o açúcar, a chave para a compreensão das mudanças no mercado interno, na atuação do Estado na modernização da indústria açucareira, na inter-relação entre o café e o açúcar e a importância dos subprodutos da cana como o álcool e a aguardente.

 

Era uma vez um engenho central cuja sua transformação em usina é, mais do que um fracasso, questão fundamental para a compreensão da montagem do complexo sucroalcooleiro moderno do centro-sul do Brasil.

Carlos Gabriel Guimarães

Sobre o autor: Roberta Barros Meira possui graduação e licenciatura em História pela Universidade Federal Fluminense (2004), mestrado em História Econômica pela Universidade de São Paulo e doutorado pela mesma Universidade (2013). Tem desenvolvido pesquisas sobre o processo de modernização da indústria sucroalcooleira no Sudeste do Brasil, dando ênfase aos temas relacionados à introdução do sistema dos engenhos centrais no Brasil durante o final do Império, e das usinas, no período da Primeira República. 

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características