Código: 702

Revista Outubro nº 16

Bookmark and Share

Referência: 1516-6333


Por:
R$ 30,00

ou 3x sem Tarifa de R$ 10,00
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

Revista Outubro nº16

À luz da teoria social e marxista, uma forma de entender melhor o mundo atual                                                                                                                

 

 

O mês de outubro de 2007 marca os 90 anos da Revolução Russa. Para lembrar essa importante data, a Revista Outubro traz um artigo, de autoria de Felipe Demier, mostrando como as idéias de Leon Trotsky influenciaram o pensamento de intelectuais brasileiros sobre o desenvolvimento do capitalismo no Brasil, resgatando aquilo que há de mais instigante na tradição teórica marxista: a contestação científica do capitalismo.

Em “As contradições e os antagonismos próprios ao capitalismo mundializado e suas ameaças para a humanidade”, o economista francês François Chesnais mescla análise crítica e raciocínio programático, resgatando aquilo que há de mais instigante na tradição teórica marxista: a contestação científica do capitalismo. O artigo de Luciano Vasapollo complementa o primeiro, oferecendo ao leitor uma larga visão sobre as principais contradições capitalistas contemporâneas, assim como sobre as possibilidades de saída para a atual crise.

Alvaro Bianchi, professor da Unicamp, reflete sobre a relação entre democracia e revolução no pensamento de Marx e Engels. O autor explora os meandros do pensamento político de Marx e Engels no momento de consolidação da nova visão social do mundo que conhecemos por marxismo. Sérgio Lessa, por sua vez, focaliza em seu artigo o debate contemporâneo em torno das condições objetivas e subjetivas para a revolução social.

Outros artigos que compõem esta edição são: o de Marcelo Badaró Mattos, que discute o problema das políticas sociais afirmativas, partindo da iniciativa do governo Lula de expansão das vagas no ensino superior; o dos professores Hajime Nozaki e Adriana Machado Penna, que debatem o papel do esporte na atual fase imperialista, tomando como base os Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro; e o trabalho de Nicolas Tertulian, que traz as linhas de força de duas grandes obras de Georg Lukács, Estética e a Ontologia do Ser Social.

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características