Código: 842

A ginga da nação

Bookmark and Share

Referência: 9788579392955


De R$ 42,00
Por:
R$ 34,44
Economize  R$ 7,56

ou 3x sem Tarifa de R$ 11,48
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

No processo de nacionalização da capoeira baiana, o convívio entre capoeiristas e membros de uma elite intelectual deu forma a uma produção intensa de sentidos sobre a capoeira, como um fluxo circular. Carybé, amigo de Jorge Amado, se dedicava às amizades com capoeiristas e praticava nas rodas junto com estes. Era retratado nas fotos de Pierre Verger, mas também pintava os movimentos dos capoeiristas em telas e painéis.

 

            Pastinha, amigo de Carybé, abrira sua Escola de Capoeira no Largo do Pelourinho, a mesma onde podemos ver os personagens de Jorge Amado, “vadiando” no começo da noite em Tenda dos Milagres. Bima é criticado Édison Carneiro e Jorge Amado, mas será o  responsável por se apresentar para Getúlio Vargas, em encontro organizado por folcloristas.

 

            As afinidades que estabeleceram estes e outros personagens, num período de incorporação massiva de símbolos populares pelo Estado, foram explosivas para a projeção que a capoeira baiana teve, embalada pela musicalidade peculiar do berimbau.  

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características