Código: 806

As prisões de São Paulo

Bookmark and Share

Referência: 9788579392825


De R$ 44,00
Por:
R$ 35,20
Economize  R$ 8,80

ou 3x sem Tarifa de R$ 11,73
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

As prisões de São Paulo: Estado e mundo do crime na gestão da “reintegração social”, de Felipe Melo, tem como foco descrever os problemas e conflitos da Administração Penitenciária. O autor narra conflitos e tensões entre diferentes modos de operar uma prisão; acompanha egressos prisionais em suas trajetórias pós-cumprimento de pena e desvela as formas atuais de uma antiga estratégia de gestão das pessoas: o encarceramento.

Polêmico, este trabalho demonstra que “lá dentro” não está uma massa amorfa, mas sujeitos devidamente identificados e caracterizados pelas políticas estatais de contenção e, quem sabe, eliminação de corpos. Se os textos de Michel Foucault, já clássicos para os estudos sobre o tema, apontaram as funcionalidades da prisão enquanto instituição para o gerenciamento da população, o que este trabalho nos mostra, amparado, inclusive, pelas leituras e interpretações do filósofo francês, é que a prisão está longe de ser algo secundário ou, nos dizeres midiáticos, uma instituição falida. Longe disso, a prisão ocupa o centro da gestão política das sociedades contemporâneas e, no caso do estado de São Paulo, o crescimento massivo do encarceramento se realiza como elemento primordial do dispositivo governamental.

Este livro nos faz encarar uma dura e obscura realidade. Hoje, a “reintegração social” das pessoas encarceradas é operada muito mais como um discurso, no qual participam, por aproximações e distanciamentos, o Estado e o mundo do crime.

 

Felipe Athayde Lins de Melo, paulistano, filho de migrantes nordestinos perseguidos pelo regime militar, transitou por diferentes espaços. Morou em nove cidades, graduou-se em Filosofia pela Unesp, especializou-se em gestão do terceiro setor no Mackenzie e trabalhou em diferentes segmentos do chamado campo do “desenvolvimento social”. Entre 2004 e 2012 foi gerente e superintendente de uma fundação pública que lida com políticas prisionais em São Paulo, experiência que o levou ao mestrado em Sociologia na UFSCAR, cuja dissertação deu origem a este livro. Atualmente é aluno do Programa de Doutorado em Sociologia, também na UFSCAR.

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características