Código: 1151

TEORIA CRÍTICA NO BRASIL E NA AMÉRICA LATINA

Bookmark and Share

Marca: Nankin Referência: 9788577511105


De R$ 62,00
Por:
R$ 50,84
Economize  R$ 11,16

ou 3x sem Tarifa de R$ 16,95
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

TEORIA CRÍTICA NO BRASIL E NA AMÉRICA LATINA
Antônio Álvaro Soares Zuin e outros (orgs.)
328 p., 2016,16x23 cm, ISBN 978-85-7751-110-5

A coleção Teoria Crítica é iniciativa conjunta de Bruno Pucci e Renato Franco, representantes do Grupo de Estudos e Pesquisas Teoria Crítica e Educação – que inclui o GEP Teoria Crítica: tecnologia, cultura e formação – e da Nankin Editorial, por seus editores que abraçaram generosamente a ideia. 

Ela tem objetivo claro: no sofrido cenário cultural e editorial do país, marcado tanto pelo declínio acentuado de publicações capazes de contribuir para o vigor de um pensamento de musculatura tensa, quanto pelo crescimento de uma espécie de aversão à teoria e à reflexão, que alimenta uma onda conservadora, ela almeja publicar produções teóricas inspiradas nos parâmetros metodológicos adotados pelos autores da primeira geração da Teoria Crítica da Sociedade, também conhecida – de forma talvez imprópria – por Escola de Frankfurt. Parâmetros dialéticos, capazes de ultrapassar com ímpeto crítico a versão tradicionalmente consagrada – "positiva" – desse pensamento. 

Ela mantém, assim, a esperança de contribuir para a sobrevivência dessa tradição critica entre nós e de propiciar a divulgação de obras e análises que sejam capazes de desvendar e interpretar a atual experiência social brasileira em seus múltiplos aspectos, assim como de ajudar a desmascarar as obscuras tramas contemporâneas do que Adorno chamou de "capitalismo tardio".

Com este volume, de Teria Crítica no Brasil e na América Latina a coleção chega ao seu quinto livro, fato significativo se considerarmos as ameaças que pairam sobre a vida intelectual do país. Parafraseando Adorno: este livro é, assim, por sua mera existência, uma forma de resistência. 

Ele aborda questões relevantes para a experiência social, cultural e política dos latino-americanos: a resistência literária e intelectual na época das ditaduras argentina e brasileira; a persistência e a face atual do Estado Beligerante configurado a partir da Segunda Guerra nos Estados Unidos da América; o impacto da tecnologia – concebida como lógica da dominação – na vida da região; a maneira de elaborarmos o passado, que tanta ressonância tem no presente; a presença de Adorno nas concepções sociológicas brasileiras; a análise crítica do poder das imagens, que invadem todos os momentos de nossas vidas, provocando até mesmo transformações nos modos dos sofrimentos psíquicos; os impactos da tecnologia contemporânea – como o celular e a internet – na vida dos adolescentes e no ambiente escolar. Convenhamos: um livro capaz de tratar desse conjunto de problemas e temas em perspectiva fortemente crítica não é pouca coisa.

Renato Franco

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características