Código: 1032

Rubens Gerchman e o Brasil dos anos 60 e 70

Bookmark and Share

Referência: 978-85-7939-197-2


De R$ 84,00
Por:
R$ 68,88
Economize  R$ 15,12

ou 3x sem Tarifa de R$ 22,96
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

Rubens Gerghman e o Brasil dos anos 60 e 70

 

            Este é um livro que entrelaça artes visuais e a história do Brasil nos anos 1960 e 70. Nesta época, bem o sabemos, as manifestações estéticas estabeleceram uma profunda relação com as forças políticas e sociais de seu tempo.

           

            Cristina Mura volta sua atenção para a produção de um dos artistas fundamentais do período para realizar esta tarefa. A autora soube se equilibrar, com muita propriedade, sobre a tênue linha que, uma vez ultrapassada, pode deformar o contexto histórico quando privilegia o aspecto formal e, no sentido contrário, corre o risco de transformar a obra artística em mero reflexo do momento na qual ela se insere.

           

            Na análise das obras de Gerchman como Lindonéia (transformada em canção por Caetano Veloso e Gilberto Gil), Caixas de morar e Cartilha no superlativo, Cristina Mura atenta para o olhar agudo do artista que revela, entre outras coisas, a melancolia que se faz presente na cultura de massa que então se consolidava no país, a resistência ao regime ditatorial civil-militar de 1964 e a ironia oculta nas coisas do cotidiano.

           

            Ao mesmo tempo, durante a leitura, descobrimos como a linguagem apolítica da pop art norte-americana foi, em alguns momentos, utilizada por Gerchman na criação de uma obra de arte socialmente crítica. Ao final do livro, constamos que uma das características de Rubens Gerchman é sua capacidade de transmitir ideias complexas através de formas simples. A autora foi sábia em compartilhar com o leitor esta qualidade. Sua prosa tem a sabedoria de nos convidar para adentrar o espaço do complexo através da simplicidade.

 

Paulo Roberto Ramos

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características